segunda-feira, outubro 30, 2017

SÉRIE | THE CONFESSION TAPES

Estou sempre procurando um documentário novo, já que eles sempre me ensinam algo novo. Depois que a Netflix entrou na minha vida, o acesso a esse tipo de material ficou muito mais acessível. Além disso, série documental é algo que eu passei a gostar muito, até já falei aqui sobre o quanto gostei de Making a Murderer, inclusive tenho uma lista de várias outras para indicar para vocês. Mas hoje quero falar sobre The Confession Tapes.

São seis casos reais de pessoa acusadas e condenadas por homicídio. Tudo normal até então, mas essas pessoas confessaram, forçadamente, crimes que não cometeram e uma confissão faz total diferença no momento de uma investigação criminal. O que aprendi vendo séries, filmes e documentários é que se o investigador tem certeza de que uma pessoa é culpada, ele vai até o final até que surja uma nova prova.

Nesses casos, eles oferecem um acordo ou uma pena para o resto da vida. Se a pessoa, mesmo inocente confessar um crime, ela pode ficar menos tempo na cadeia. Se negar e não encontrarem nada consistente que comprove a inocência, a pessoa pega prisão perpétua e, dependendo do estado, pena de morte. O que você iria preferir, visto que sua palavra não vale absolutamente nada?

Os casos apresentados na série The Confession Tapes como eu disse, são casos verídicos e aconteceram em lugares e épocas diferentes. A semelhança entre eles é que foram confrontadas por autoridades que os fizeram duvidar da própria sanidade e do próprio caráter. Esses não são os únicos casos, ou casos isolados. Se você der um Google vai ver a quantidade de pessoas que estão hoje atrás das grades por crimes que não cometeram.

Além de tratar desse tipo de injustiça, a série levanta duas questões importantes e polêmicas, principalmente nos Estados Unidos: o racismo e a precariedade do sistema carcerário. Confesso que não sou do tipo de pessoa que levanta bandeira em nome dos direitos dos presos e acho péssimo que criminosos tenham mais privilégios do que "pessoas de bem". Mas os órgão responsáveis precisam ver que existe muita coisa errada lá dentro.

Sobre o racismo, sem dúvida negros são maioria nas prisões, é o que a própria série afirma, além de outros dados fáceis de serem encontrados. Negros e inocentes então, tem demais. Aqui no Brasil não é diferente. Bandido desfrutando do que há de melhor na vida, enquanto existem milhares de pessoas esperando anos para serem julgadas. O dinheiro comprando espaço nas cadeias, rebeliões tirando vidas dos mais fracos, adolescentes que saem pior do que quando entraram. Enfim, é uma série de coisas erradas que vemos no mundo inteiro.

Tenho certeza de que você, principalmente se se importa com direitos humanos, vai se emocionar ao ver situações lamentáveis em que nada pode ser feito a não ser esperar.

Até mais.
Milca Abreu
Milca Abreu

Formada em Letras, apaixonada por leitura, fotografia, séries, gatos, Star Wars, Super-Heróis, Woody Allen e batons. Amo histórias de terror e suspense, músicas antigas e não dispenso uma boa passeada no shopping. Sou da Capital e ainda pretendo conhecer o mundo - ou parte dele.

35 comentários:

  1. Eu assisti poucos documentários na minha vida, uma grande parte na escola e outros sobre cinema que eu tenho em casa. Esse me causou um grande interesse, irei procurar para assistir. :)

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem ?

    Que post arrasador, está série parece ser incrível, uma ótima dica e também bastante forte. Parabéns pelo post, fiquei curiosa com a proposta.

    ResponderExcluir
  3. Eu vi essa série entrar no catálogo mas não tinha ideia do que se tratava. Me fez lembrar Making a Murderer. Horripilante isso. Vou assistir com certeza!
    http://www.aborralheira.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amei essa dica de série, já estou procurando pra começar a assitir. Tb amei making a murderer e já vi que vou adorar essa.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Maravilhosa indicação! Lendo isso só consegui pensar em: usar a série como base para uma redação do ENEM. Se for sobre o sistema carcerário, quem sabe não dê para citar? Adorei. Vou assisir.
    Post maravilhoso.
    Beijão
    Through My Eyes

    ResponderExcluir
  6. Jáaaaa salvei aqui. AMO séries com cara de documentário assim meu deeeeus, vou correndo assistir e ir contra o estudo pras provas hahahah
    Obrigada pela indicação!!!

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  7. Amei o post e já fiquei instigada pra ver... assim como você adoro Netflix... E mais ainda séries e documentários mais investigativos, aonde mostra esse estudo de personalidades e como se conduz uma investigação e se chega a um "culpado". Adorei. #partiupesquisar

    ResponderExcluir
  8. A série é realmente ótima, séries que abordam temas como injustiça, racismo, mexem muito com as pessoas. Gostei muito dá sua indicação de série, a Netflix sempre trazendo boas séries para o público bjs.

    ResponderExcluir
  9. Que dica ótima!! Vou procurar para assitir.
    Amo esse tipo de documentário!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Caracas esse documentário deve ser demais, vou assistir com certeza !
    essa questão de cadeias é bem complicada, recomendo que leia Estação Carandiru - Drauzio Varella, os relatos do livro são muito tensos!

    ResponderExcluir
  11. Não tenho muito contato com série documental. Gostei da dica desse documentário. Fala de um assunto muito bom e baseado em fatos reais, ai já me atrai.

    ResponderExcluir
  12. obrigado pela indicaçao dessa serie
    BLOG♥ Coisas da Vida

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito desse tipo de série vou procurar pra assistir também 😘😘

    ResponderExcluir
  14. Olá, legal o seu blog e o tema do post, é algo que eu assistiria, com certeza.

    ResponderExcluir
  15. Sooooocorro Milca! Já fiquei louca pra ver. To rezando aqui pra ter a opção de download, porque já vou baixar. Amo histórias de crimes, sempre fico tentando resolver também, procurando pistas.
    Ameiii a dica! Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderExcluir
  16. Já ouvi falar sobre esse documentário, foi muito bem recomendado. Quando eu tiver um tempinho vou dar uma olhadinha nele, parece bem interessante, embora, só de ler o seu post eu sinta aquele sentimento de raiva e injustiça!

    ResponderExcluir
  17. Uau! Amei! Acredita que adoro esse tipo de série? Confesso que menos pelas injustiças sociais (apesar de vê-las com olhos críticos) e mais pelas investigações. Sou louca por uma série de investigação. Obrigada por compartilhar. Vou procurar na Netflix. Fico muitas vezes sem ideia do que ver de bom. Continue postando essas dicas porque ajuda muito. bjs

    ResponderExcluir
  18. olá ainda naõ vi essa série mais pelo jeito ela é excelente eu vou procurar pra assistir bjus😘

    ResponderExcluir
  19. Fiquei bem interessada em ver a série depois do seu post!

    ResponderExcluir
  20. olá, não conhecia e fiquei superrr interessada, provavelmente será minha escolha para o fim de semana! Gosto muito desse estilo de série/filme/documentário, gosto de conhecer o lado sombrio e sujo das coisas, expande a mente!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Nossa, adoro séries que tratam desses assuntos e debatem sobre como a injustiça está tão presente no sistema carcerário. Não assisti tantas assim, mas gosto e vou dar uma olhada nela, pois ainda não sabia de sua existência <3

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem? Faz pouco tempo que descobri os documentários no Netflix e tenho gostado bastante do formato deles. No momento estou vendo o caso de uma freira que sumiu nos anos 50/60 e o caso segue aberto até hoje. Fato ocorrido nos EUA também. O que sei sobre depoimentos é aquilo que vejo nas séries mas fiquei curiosa pra ver sua indicação. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  23. Estou muito por fora das séries
    quero muito acompanhar um dia
    esta uma febre
    bjs

    ResponderExcluir
  24. Amei o assunto do post, eu acho essa forma de abordagem com o preso muito errado, ainda mais quando não se tem prova nenhuma. Realmente as pessoas negras é quem sofrem com isso por causa da criação de esteriótipos, enquanto o branco saem pela porta da frente, isso tem que ser pensado.

    ResponderExcluir
  25. Ola, tudo bom?
    Eu sou a louca dos documentários da Netflix, gosto muito da maioria que assisti mas esse eu não conhecia e ja vou procurar pra ver.

    ResponderExcluir
  26. Caramba parece muito interessante, vou anotar aqui pra assistir com cerrteza.
    www.tolinda.com

    ResponderExcluir
  27. Agora que eu estou carente de arrow vou assistir algum doc desses adoro casos reais tambem

    ResponderExcluir
  28. eu amo series, vou já ver essa ,não conhecia ,mais a resenha já me prendeu

    ResponderExcluir
  29. Ótima a sua dica de documentários, faz muito tempo que não assisti nenhum. Já anotei aqui.

    ResponderExcluir
  30. Apesar de não ser muito chegada em documentários, fiquei curiosa para assistir esse pq semana passada estava maratonando uma série e o assunto era exatamente esse, quando os investigadores forçam demais e passam dos limites até a pessoa confessar algo mesmo não tendo cometido nada. Já anotei para assistir ainda essa semana :)

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Amo documentários faz com que possamos pensar no outro lado de cada situação

    ResponderExcluir
  33. Fiquei interessada nessa série, gosto dessa pegada policia/investigativa.
    Obrigada pela dica <3

    ResponderExcluir
  34. muito legal a sua foma de falar sobre a serie, embora não seja muito meu estilo de assistir. Beijos

    ResponderExcluir
  35. Oi, tudo bem?
    Me segura que eu tô no chão! Apesar de não fazer muito meu estilo, eu to tão curiosa!
    XOXO, Kakau

    ResponderExcluir

Se você gostou (ou não), deixe um comentário me dizendo o que achou, assim poderemos trocar figurinhas sobre coisas das quais gostamos e vou saber o quê e onde melhorar.
Spam, não, pls!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...