52 weeks

1/52: ME DEIXA FELIZ

sexta-feira, fevereiro 26, 2016

Ano passado a queridona Kah do blog Coffee, rock and beer começou o projeto 52 semanas e me chamou para fazer também. Na época eu não quis começar por motivos de: mimimi. Depois de muito pensar a respeito, decidi entrar com tudo para, finalmente, provar para mim mesma que consigo iniciar e finalizar alguma coisa nessa vida. 

Além disso, vai ser mais um incentivo para melhorar minhas fotos. Sei que preciso melhorar muita coisa, mas preciso ver alguma evolução também. Vou usar a mesma listinha de temas que a Kah usou e, como sou copiona, talvez eu mude uma coisa ou outra no caminho.

O primeiro tema consiste em citar cinco coisas que deixam feliz:

-Dias nublados;
-Som da chuva na hora de dormir;
-Ouvir jazz clássico de madrugada enquanto penso na vida;
-Conversas aleatórias e bem humoradas com o Rodrigo;
-Aprender algo novo e relevante.

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu 

BLOGAGEM COLETIVA

TRILHAS SONORAS GEEKS

quarta-feira, fevereiro 24, 2016

Se tem uma coisa que eu gosto muito é trilha sonora boa. Sempre que vou ver um filme novo, deixo o celular pertinho para abrir o Shazam e descobrir quem é aquela pessoa maravilhosa que está enchendo meus ouvidos. A Blogagem Coletiva do grupo mais lindo da internet para o mês de fevereiro é escolher as músicas preferidas que vemos em filmes, séries, animes, entre outros. Foi uma escolha bem difícil, mas aqui está minha playlist.


1 - Eye of the Tiger - Rocky Balboa
Aquele clássico que vale a pena rever e é uma super lição. Claro que nem todos os filmes são tão bons quanto o primeiro, mas vale a pena ver todos, inclusive Creed, que lançou esse ano e em breve falarei sobre ele. É o tipo de música que quando começa dá vontade de sair pulando e gritando ADRIAN!!

2 - I'll be There For You - F.R.I.E.N.D.S
Melhor música, gente! Nem preciso dizer por quê ela está aqui.

3 - Writing's on the Wall - 007 Contra Spectre
Amo Sam Smith, amo essa música e, apesar de achar o Daniel Craig a cara do Didi Mocó e não ter gostado tanto assim do filme novo, ainda assim vale a pena colocar essa música aqui na listinha.

4 - What's up - Sense8
A música que me causa arrepios desde que ouvi pela primeira vez. Quando vi todos os senses cantando juntos foi a coisa mais linda e quase chorei. Melhor episódio, melhor música, melhor série!

5 - Lost Star - Begin Again
O filme é maravilhoso, a trilha sonora é incrível. Amo Keira Knightley, Mark Ruffalo e passei a ouvir Maroon 5 por causa de Begin Again (falei sobre ele aqui).
Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu 

ESCRITOS

E SE VOCÊ TIVESSE QUE ESCOLHER UM ÚNICO LOOK PARA USAR PELO RESTO DA VIDA?

segunda-feira, fevereiro 22, 2016

Eu não entendo nada de moda e visto aquilo que eu acho bonito e me faz sentir bem, além de preferir sempre o conforto. Li em algum blog gringo por ai o que eu faria se tivesse que escolher um único look para a vida toda. Em um mundo em que nós, principalmente mulheres, nos preocupamos tanto em não sair com roupas repetidas, é bem complicado, concordam?
Corri para vasculhar meu guarda-roupas, mas basta eu olhar para mim mesma para saber a resposta. Sem dúvida eu escolheria uma camiseta, uma calça jeans e uma sapatilha - tênis na foto, que também poderia ser. Para mim não há nada mais confortável, tanto é que 90% das minhas roupas é basicamente isso. Eu não dou muito certo com saias e vestidos, apesar de amar muito, porque não sei "sentar igual mocinha". Tenho uma necessidade imensa de movimentar minhas pernas enquanto estou sentada e isso inclui dobrar as pernas, esticá-las ou simplesmente deitar de qualquer jeito confortável - que não inclui sentar da forma comportada exigida pela sociedade.
Mas fico pensando se eu pudesse escolher dois looks. O segundo seria um pijama e um chinelo. Houve uma época na minha vida em que eu adorava variar os looks, mas a maioria deles me deixava desconfortável e sem vontade de levantar do lugar em que eu estava, a preocupação era estar linda. Hoje eu procuro sempre o mais confortável e que não me prenda e acho que todo mundo deveria fazer isso independentemente do que está na moda. 

E aí, gostaram do meu "look do dia" de todos os dias? E abafem as poses "imitando blogueira de moda" e a palhaçada da última, é porque eu não estou mais tão acostumada a ficar na frente da câmera =)

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu 

Brasília

PURPLE FLOWER

quinta-feira, fevereiro 18, 2016


“A câmera não faz diferença nenhuma. Todas elas gravam o que você está vendo. Mas você precisa Ver.”
- Ernst Haas

CINEMA/FILMES

FILME | A GAROTA DINAMARQUESA (2015)

quarta-feira, fevereiro 17, 2016

A Garota Dinamarquesa estava na minha lista de filmes para ver esse mês e consegui ver a tempo (\o/). Achei o filme sensacional e fiquei impressionada com a capacidade do Eddie Redmayne ser tão flexível em alguns papéis, como em A Teoria de Tudo. O filme é sobre Lili Elbe, que nasceu Einar Mogens Wegener e foi uma das primeiras pessoas a se submeter a passar por uma cirurgia de mudança de sexo.

No filme mostra que tudo começou como um pedido da esposa ao marido para posasse no lugar de uma modelo a quem Gabe, a esposa, estava pintando. Depois de sentir o tecido do vestido, calçar meia-calça e sapatos, Einar desperta um lado seu que até então estava adormecido. O nome é dado por uma amiga do casal que, até então, vê como uma brincadeira, assim como Gerda.

Achei sensacional, ainda mais nos dias de hoje que ainda é difícil para muitas pessoas entenderem como tudo isso funciona. Eu mesma não me sinto preparada para conversar sobre o assunto, mas até a filosofia diz que sim, um homem pode nascer no corpo de uma mulher por um erro da natureza e vice-versa. Até meu pai, ex-pastor da igreja Assembléia de Deus concorda.
Sendo baseado em uma história real, claro que muita coisa difere do que realmente aconteceu. Li alguns comentário relacionados à The Danish Girl e muitas pessoas disseram que foram omitidas informações sobre a suposta infecção de Lili. Além disso, Gerda também era homossexual e transmitia isso em suas telas e isso não foi mostrado no filme. Eu não sabia nada a respeito até ver o filme e pesquisar depois. Vi, também, em alguns sites que disseram que acharam o roteiro falho por querer dizer que o transgênero quer apenas se vestir como mulher e deixou de explorar o lado psicológico. Mesmo com meu pouco conhecimento a respeito, acho que realmente o lado psicológico poderia ter sido melhor explorado. 

Gerda, a esposa, tenta recuperar seu lugar ao lado do marido, mas já não sendo mais possível, se une a ele para que ele seja quem realmente é. Segundo a história, elas se tornaram amigas, quase irmãs. Percebe-se no filme que ela ficou ao lado de Lili a todo instante, já que na época o correto seria um tratamento para perversão. Até, enfim, encontrar alguém com uma visão diferente. 

Acredito que, por mais falhas que o roteiro apresente, é um super filme, principalmente para aqueles mais conservadores entenderem que não se trata de sacanagem ou falta do que fazer. É um filme tocante e emociona. Me perdoem caso tenha dito alguma besteira, mas eu realmente sou leiga no assunto e até gostaria de entender melhor justamente para não falar nada errado. Caso alguém se disponibilize, please, me avisa. É algo que precisa sim, ser debatido e bem esclarecido para todos.

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

ESCRITOS

LAY NOVO + NOME NOVO

segunda-feira, fevereiro 15, 2016

Você deve estar se perguntando: quando comecei a seguir esse blog? Você já deve estar seguindo há algum tempo, mas o conhece como The Winter is Now. Pois bem, vou explicar o motivo das mudanças. Quando criei o blog, há pouco mais de um ano, eu só queria um espaço para desabafar, mas esse espaço foi tomado por uma série de coisas sobre as quais adoro escrever e aqui, entre uma série e outra, sempre coloquei meus problemas e sempre me ajudou a aliviar.

O nome, traduzido para o português era o inverno é agora. Quem assiste Game of Thrones sabe que o inverno a que se referem é algo assustador e ele está vindo, sendo assim, seria um momento de muita dureza quando ele chegasse.  Meu inverno já tinha chegado. Apesar de ser minha estação do ano preferida, como referência à série, era um momento difícil para mim, mas decidi colocar ele de lado.

Sempre foi um alivio escrever sobre mim, mas percebi que era um alivio momentâneo e que e passaria minha vida toda desabafando sem que nada melhorasse, porque eu mesma precisava sair daquilo. Como sair se estou sempre registrando os momentos ruins? Resolvi que sempre que algo me fizer sentir mal vou buscar coisas alegres para mim e o primeiro passo era mudar o nome do blog. Algo que me faz tão bem não pode continuar servindo de base para minhas torturas. Não quero olhar postagens antigas e pensar nas coisas rins pelas quais passei. Quero lembrar de coisas boas. Claro que não vai ser só flores, mas pretendo buscar o máximo possível de momentos felizes e registrá-los.

Sabe o inverno? Então, ficou para trás. Agora só quero ser feliz independente de qualquer coisa. Estou muito feliz com o novo layout e dei a sorte de encontrar um anjo chamado Maria Eduarda no grupo mais legal do Facebook. Ela foi super atenciosa e me deu toda a assistência necessária e fez tudo com muito carinho e eu adorei o resultado final. Convido vocês a conhecerem o trabalho dela nas redes sociais: Facebook, blog, Youtube.

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

Editora Draco

LIVRO | UM TOQUE DE MORTE - LUIZA SALAZAR

sexta-feira, fevereiro 12, 2016

Título: Um toque de morte| Autor (a): Luiza Salazar | ISBN: 9788582430606 | Ano: 2013 | Páginas: 224 | Editora Draco

Até agora estou sem acreditar naquele final. Alguns escritores têm o dom de te fazer ter mini ataque do coração quando deixam os finais das histórias em aberto. Aí você dá aquele pulo da cama no meio da madrugada se perguntando PORQUÊÊÊÊ???

Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo. Um Toque de Morte tem uma história bem diferente das que eu já li. É narrado por Kat, uma garota de 17 anos que nasceu com uma diferença bem grande das outras crianças. Ela não conheceu seus pais, visto que foi deixada no orfanato quando ainda era um bebê. Aos cinco anos de idade descobriu que seu toque poderia trazer a morte. 

Tudo se passa em Nova Iorque; e depois de fugir do orfanato em que cresceu, Kat passa a viver por conta própria e acaba conhecendo Rebeca. Ela, Rebeca, tem pais ricos e por não conseguirem se entender, dão um apartamento e uma vida para ela viver sozinha e bem longe deles. Para contrariar ainda mais os pais, Rebeca acolhe Kat. É uma relação que realmente dá certo. As duas dividem o apartamento, mas não se metem na vida da outra, apesar de Rebeca se importar muito com Kat.

As duas ainda são estudantes e, enquanto Rebeca é super ativa na escola, Kat só vai por que não tem outro jeito. 

Kat tem um emprego de faixada como bartender em um pub, mas na verdade ela usa suas habilidades em troca de dinheiro. Trabalha para um homem que ela chama apenas de Chefe e ele indica as vítimas. Uma coisa que achei bem interessante é que em determinado trecho do livro, Kat explica que pode escolher a forma como a pessoa vai morrer para que não seja visto como um homicídio. Ou seja, ela pode fazer com que sua vítima tenha um ataque cardíaco fulminante, por exemplo.

No decorrer da história, surgem dois personagens que vão mudar a rotina da garota. Eric e Vince simplesmente se odeiam e vão disputar a atenção de Kat, mas não é por qualquer motivo. Apesar de ter sido deixada em um orfanato, Kat tem uma história e nem imagina o quanto é valiosa. Vince pertence à Legião e Eric, à Ordem, liderados por Valentina e Vladmir, respectivamente. Acontece que todas as regras criadas há séculos estão sendo quebradas e Valentina e Vladimir querem Katherine do seu lado.

Como eu já disse antes, a história é diferente de tudo o que já li e, apesar de ter demorado horrores para terminar de ler ~motivos pessoais~, não queria largar o Kobo um minuto, porque é dessas histórias que você simplesmente precisa saber o que vem em seguida. Tem um ar de suspense em cada página e a escritora soube como prender minha atenção. 

A escrita da Luiza é tranquila e ela caprichou no livro. Cada vez que leio um autor nacional fico mais feliz em saber que existe tanto talento no nosso país. Não quero desmerecer o trabalho dos escritores nacionais, mas os últimos livros que li nem pareciam brasileiros. Espero que não entendam isso errado, mas é porque realmente são histórias que fogem do comum.

Foi um prazer enorme ler Um Toque de Morte e já estou ansiosa pela continuação que se chama Um Beijo de Morte. Já que Kat começou uma guerra, mesmo sem querer, eu nem consigo imaginar o que vem por aí, mas pode ter certeza de que em breve contarei aqui no blog.

Destaquei alguns quots que achei legais:

"É, bem-vindo ao inferno."

"Meu Deus, nada de bom pode sair de uma sacola rosa bebê."

"Eu poderia aparecer naquele lugar sem uma perna, que eles iriam dizer era que eu estava tentando fugir das minhas responsabilidades."

"Se tem uma coisa que eu odeio são homens que tratam mulheres como um sexo frágil e estúpido que precisa da proteção deles. Idiotas."

"Eu não sou idiota, não vou fazer como os imbecis de filmes de terror que escutam um barulho no sótão da casa mal-assombrada e sobem lá sem lanterna."

"Tudo o que eu quero, por mais infantil e estúpido que isso pareça, é uma amiga."

"O problema é que raramente as coisas dão certo para mim."

Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

CINEMA/FILMES

FILMES PARA VER EM FEVEREIRO

sexta-feira, fevereiro 05, 2016

Gente, cadê janeiro?!? Eu sei que é meio clichê, mas passou tão rápido que nem vi. Nem lembro que aconteceu no primeiro mês do ano. Tô chocada! Só lembro de ter feito um post igual a esse ontem, mas tudo bem. Não consegui ver todos os filmes, porque como já disse, cadê janeiro? E também no último post eu expliquei que tava meio doente e blá, blá, blá.

Fevereiro eu espero conseguir ver, pelo menos, metade dos filmes que quero. E a lista já está pronta, mas não tão grande, porque fevereiro não vai ter muito lançamento interessante. Mas vai ter Deadpool (emoji sorrindo mostrando os dentes)
  • Deadpool (Tim Miller) - 11/02
Ex-militar e mercenário, Wade Wilson é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.
  • A garota dinamarquesa (Tom Hooper) - 11/02
Cinebiografia de Lili Elbe, que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de gênero. Em foco o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda e sua descoberta como mulher.
  • 13 horas: os soldados secretos de Benghazi (Michael Bay) - 18/02
O longa retrata o ataque terrorista que vitimou o embaixador dos Estados Unidos na Líbia em setembro de 2012, sob o ponto de vista de um oficial do grupo de elite da Marinha dos Estados Unidos.
  • Viral (Todd Lincoln, Nacho Vigalondo, Marcel Sarmiento) - 18/02
Um grupo de adolescentes busca a fama a qualquer preço. Eles querem se tornar sensações na Internet, mas só despertam o interesse do mundo inteiro quando se tornam protagonistas de acontecimentos sobrenaturais e sangrentos. Como no restante da franquia VHS, este filme é feito com imagens supostamente reais de amadores.

Oremos para que eu consiga ver os que não vi em Janeiro e consiga ver os de Fevereiro, mas o carnaval está aí, né? Acho que já dá para começar o esquenta vendo os atrasados. E vocês, quais os planos para o mês?



Acompanhe o blog nas redes sociais
 Instagram || Facebook || Flickr || Bloglovin  || Snapchat: milcaabreu  

ESCRITOS

(ATÉ DAQUI A POUCO)

quarta-feira, fevereiro 03, 2016

Escrever esse post está sendo bem difícil. Eu tenho vários posts em mente e já queria ter começado desde segunda-feira, mas não sei o que está acontecendo que de uns dias para cá eu só sinto vontade de ficar na cama. Não que eu tenha ficado, mas me sinto tão cansada, tão mole e fraca que até beber água está sendo um sacrifício.

Minhas unhas estão um desastre, meu cabelo nem tanto, já que antes de tudo isso eu tinha feito um milagre nele, meu quarto eu prefiro nem comentar. Estou com sono, muito sono e sem disposição para nada.

Hoje acordei com a gengiva inflamada não sei por quê e tomei tantos remédios diferentes que dormi o dia todo. Ando meio chateada por causa do meu desempenho na prova que fiz domingo. Estudei tanto que o blog ficou de lado, as conversas nos grupos do Facebook e Whatsapp também. Só entrava nas redes sociais de vez em quando e estava realmente focada nos estudos, mas me decepcionei comigo mesma e acho que agora estou caindo na real de que fui péssima e a tristeza está batendo forte. 

Mas esses sintomas de doença nada têm a ver com a prova. Nem sei com o quê tem a ver para falar a verdade. Só sei que gostaria de dormir mais uns cinco dias seguidos. Vou tentar escrever alguns posts para essa semana ainda e tentar me erguer, apesar de saber que será uma guerra contra meu próprio corpo. Só peço que não me abandonem como abandonei vocês.

Até daqui a pouco 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...