quinta-feira, novembro 16, 2017

EU FICO ANSIOSA OU: COMO TENTAR MUDAR MEU ESTILO DE VIDA ME FAZ PIRAR

Um fato sobre a pessoa que vos escreve: sempre fui uma consumista de plantão. Uma blusa apenas não bastava, eu precisava daquele modelo lindo em todas as cores disponíveis. Com o tempo fui diminuindo essa compulsão e hoje estou ainda em processo e vivo dizendo para mim mesma que ter hábitos saudáveis é melhor; eu vou agredir menos o meio ambiente e o aquecimento global é culpa das minhas compras desenfreadas. Tá, eu sou um pouquinho exagerada em alguns pontos, mas vamos fazer o quê?

O problema em querer consumir de forma consciente é que acaba me deixando ansiosa. Eu já falei algumas vezes por aqui que faço tratamento e, apesar de não fazer terapia - ainda - eu uso medicamentos controlados para não surtar de vez. Coisa que estou tentando largar, oremos!

Vez ou outra me pego vendo videos nos Youtube sobre o tal consumo consciente e sobre veganismo, vegetarianismo, produtos cruelty free. Percebi então que depois de ver todos esses videos eu me sentia culpada. Uma culpa que pensando bem não deveria existir. Penso demais no meio ambiente e em formas de não maltratá-lo, mas eu não conseguiria levar uma vida sem carne, e o fato de me imaginar tendo que fazer uma pesquisa enorme para saber o que comprar não me faz bem. 

Peço perdão caso alguém se ofenda com esse post, acredito que seja uma causa realmente nobre, entendo perfeitamente o pensamento de pessoas que defendem os animais, mas cada vez que penso na quantidade de coisas que eu tenho e que são testadas em animais ou que prejudicam o meio ambiente eu fico em uma situação complicada, a ponto de perder o sono. Entendam que eu acho justíssimo, porém não posso me deixar passar por um sentimento pior ainda por saber que eu amo certas coisas e não vou conseguir me desfazer delas tão facilmente.

Não consigo mudar de uma vez e sei que nunca vou conseguir ser uma pessoa vegetariana e é aí que eu tento fazer alguma coisa para compensar. De uns tempos para cá, todo produto que compro eu dou uma pesquisada de leve para saber mais sobre a marca. Tento buscar aqueles produtos que sei que são cruelty free, naturais/orgânicos, entretanto não me prendo demais a isso justamente porque afeta minha saúde mental e não acho que isso seja bom. 

Algumas atitudes pequenas do dia-a-dia já me fazem sentir bem, como por exemplo:

-substituir aos poucos e de forma natural produtos que testam em animais;
-comprar somente o necessário;
-jogar o lixo no lixo - embora seja algo simples, muita gente não o faz;
-usar produtos recicláveis;
-não produzir tanto lixo;

Para isso eu sigo alguns pensamentos antes de qualquer coisa:

-pesquiso marcas acessíveis e que realmente são cruelty free;
-antes de comprar me pergunto se preciso ou se quero;
-procuro formas alternativas e que podem ser usadas várias vezes ao invés de uma vez e lixo.

Estou me sentindo bem aliviada depois de escrever esse post. É como se algo estivesse preso aqui na garganta e que eu precisava falar para as pessoas que me leem. Espero que me compreendam e compreendam o sentido desse textão e caso vocês saibam de produtos alterativos e que realmente tenham preços bons, por favor me indiquem, aos poucos eu acho que consigo chegar lá. Ou quase lá.

segunda-feira, novembro 13, 2017

AS MÁSCARAS FACIAIS DA AVENCA

Faz um tempinho que a Avenca me mandou uma caixinha com algumas máscaras faciais, incluindo aquela preta que acredito que a maioria conheça. Achei bem legal, porque eu já tinha procurado para comprar e não encontrei, então foi uma coisa maravilhosa, né amores? Fiquei super empolgada para testar, ainda mais porque as opiniões em relação à máscara preta são variadas. Pelo que percebi o resultado varia muito de pele para pele, então só usando mesmo para você saber se vale a pena ou não.

Eu quis testar por um tempo para ter certeza de que daria certo em mim e depois vir contar minha experiência, por isso demorei a escrever esse post. Na caixinha veio: máscara preta, máscara 24k e o idealy lifting instantâneo. O último não usei, porque não tenho linhas de expressão, então não faria muito sentido. Estou guardando para alguma ocasião especial em que eu possa testar em alguém.
-Sobre a máscara preta: O grande diferencial e potencial da Avenca Máscara Preta de limpeza facial é a remoção de cravos. Porém, ela ajuda na hidratação da pele, diminui a oleosidade, purifica e desintoxica, mantem a pele macia e contribui para o anti-envelhecimento.

O que achei?

Eu uso uma vez por semana ou quando percebo que tem muito cravinho na região do nariz, mas o indicado é de duas a três vezes por semana. Tenho a pele mega oleosa e ela ajuda muito a controlar isso. Remove bem os cravos e deixou minha pele bem lisinha, além de ter diminuído bastante as manchinhas de espinha.
-Sobre a máscara golden: A Avenca Máscara Facial Golden 24K é um luxuoso e intensivo creme facial de hipernutrição com partículas de ouro 24 quilates e tecnologia de ultima geração, os quais ajudam a restaurar, nutrir e estimular o metabolismo. Além disso, a Máscara Facial Golden 24K proporciona proteção para peles mais ressecadas ou desidratadas. 

O que achei?

Também uso uma vez por semana, mas com bem menos frequência que a máscara preta. Acho bem legal a cor dessa máscara, parece ouro mesmo. Coisa fina, sabe? Sempre que passo a golden 24k, o faço pela manhã e durante o no decorrer do dia fico com uma sensação de pele limpa por muito mais tempo. Achei que ela deu muito certo em mim e já faz parte dos meus cuidadinhos de pele do dia-a-dia. 

Vi muitos vídeos sobre ambas e, como eu disse, dá certo em algumas pessoas e em outras não, mas acredito que elas cumprem muito bem o prometido. Já fui muito mais vaidosa em muitos aspectos, mas hoje eu me preocupo muito mais com a saúde da minha pele e com a aparência, afinal de contas não tem nada melhor do que uma pele linda e bem cuidada. Faço muito mais para me sentir bem e acho que é isso que as grandes marcas deveriam pregar. 

Depois que eu recebi essa caixinha da Avenca, encontrei as máscaras para vender em um shopping aqui nas redondezas e vi que cada sachê custa em média 6 reais. Eu consigo usar um sachê duas vezes, embora o ideal seja usar ele todo de uma vez, mas eu não costumo seguir certas regrinhas. E está dando certo.

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre a Avenca, basta acessar o site da marca.

terça-feira, outubro 31, 2017

O QUE FAZER QUANDO SE SENTIR PARA BAIXO?

Seja qual for o motivo, a razão ou a circunstância, tem sempre aqueles dias em que a gente gostaria de ficar isolado do resto do mundo, deitado em posição fetal e, talvez, com a Netflix como única companheira. Bom, eu já fiz muito isso e por experiência própria digo que nunca resolveu nada. Não aliviou sintomas de querer desaparecer e muito menos fez eu me sentir melhor. Muito pelo contrário, eu só levantava por obrigação e isso fazia eu me sentir até pior, já que o sentimento de não estar fazendo nada útil continuava.

Algumas dicas na internet me ajudaram bastante a melhorar em momentos assim, aliás ajuda até hoje e, também por experiência própria, faça por você. Não espere que você fique bem por causa de terceiros, não espere alguém vir te animar. Tome a iniciativa. Mesmo que a gente tenha pessoas queridas que nos apoiam, só você sabe o que está passando e sentindo. É muito ruim ficar para baixo. Nossa saúde mental merece mais, então aqui estão algumas coisas que me ajudam e talvez possam te ajudar também.

Tome um banho frio
Alguns estudos já comprovaram que água fria trás inúmeros benefícios para o corpo. Desde que li isso em algum lugar que não lembro, sigo a recomendação. A água fria ativa um hormônio - que também não lembro o nome - que é responsável por dar a sensação de bem estar e tem um efeito antidepressivo. Além disso eu normalmente fico bem mais alerta. Comigo funciona.

Ouça uma música leve
O Spotify é um salvador de vidas. Da minha vida. Se eu tivesse que escolher apenas dois aplicativos para ter no celular, certamente seria ele e o app da Netflix. Enfim, lá você encontra listas prontas para várias ocasiões. Descobri que ouvir smothie jazz me acalma. Música instrumental também, então eu tento selecionar as preferidas e sempre criar playlists novas.

Saia de casa
Antes de me mudar, sempre que eu estava me sentindo para baixo eu saía para dar uma volta. Às vezes, poucas vezes eu colocava um tênis e fazia caminhada. Quando não, eu apenas ia para o shopping lá perto. Agora, como estou em uma cidade nova e não conheço muito, só pego umas moedinhas e vou à padaria. É uma boa caminhada daqui até lá, então dá para pegar um ventinho no rosto.

Respire
Dizem que antes de fazer algo idiota ou dar uma resposta grosseira, se você respirar, alivia o estresse. Parece que ventilar o cérebro evita que façamos uma burrada. Quando eu penso que nada mais vai dar certo nessa vida, eu apenas sento e respiro. Respiro até conseguir raciocinar melhor. Às vezes isso também me ajuda, principalmente assim que acordo e já estou na bad.

É isso. Espero que também possa te ajudar de alguma forma e se precisar de um ombro amigo e virtual, é só chamar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...